2º Simpósio da CT-SA enriquece debate sobre redução de perdas de água

Tamanho da letra:

Evento foi realizado na manhã e tarde de terça-feira (12/12/2017), na Faculdade de Tecnologia da Unicamp, em Limeira, e reuniu diversos especialistas na área de Gestão de Recursos Hídricos e Sustentabilidade

O debate e a troca de experiências na área de combate às perdas de água na rede de distribuição foram enriquecidos com o 2º Simpósio da Câmara Técnica de Saneamento dos Comitês PCJ (CT-SA). O evento reuniu diversos especialistas em Gestão de Recursos Hídricos e Sustentabilidade na Faculdade de Tecnologia da Unicamp, em Limeira, na terça-feira (12/12/2017), e contou com a participação de mais de 50 pessoas.

O tema do simpósio foi “A Sustentabilidade nas Bacias Hidrográficas dos Rios PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí): Redução de Perdas de Água e de Impactos nos Recursos Hídricos”. “Realmente foi um dia muito importante para o saneamento e para nossa Câmara Técnica. Nossos convidados trouxeram apresentações focadas no que foi colocado na programação e muitas contribuições vieram dos participantes, através das perguntas e colocações. Sem dúvida nenhuma, o saneamento – dentro das Bacias PCJ – ficou mais enriquecido com esse evento”, avaliou a coordenadora da CT-SA e idealizadora do evento, professora doutora Maria Aparecida Carvalho de Medeiros.

A professora acredita que o simpósio deve fortalecer as ações e projetos da Câmara Técnica. “Espero que a gente possa ocupar essa posição de protagonista, pois a CT-SA tem esse protagonismo pela própria ação que ela exerce, que é o saneamento. Essas experiências vão ser compartilhadas e as pessoas fazem contatos começar pequenas ações. À medida em que você vai caminhando, você vai conseguindo recursos e com certeza sua empresa ou seu município vai se sentir melhor e mais sustentável. Acho que nós cumprimos com nossa ideia aqui, de CT-SA, de fazer um dia de sustentabilidade nas Bacias PCJ”, concluiu Maria Aparecida.

A mesa de abertura foi formada pelo diretor associado da FT-Unicamp, professor doutor Renato Falcão Dantas, pelo diretor-presidente da Agência das Bacias PCJ, Sergio Razera, e por Maria Aparecida Medeiros.

Na parte da manhã, os palestrantes foram a gerente de Controle de Perdas e Sistemas da Sanasa Campinas, engenheira Lina Cabral Adani, que falou sobre "Perdas de Água nas Bacias PCJ: enfocando aspectos quantitativos e ações para a minimização/controle de perdas"; o coordenador da Área de Tratamento de Esgotos da mesma empresa, engenheiro Sérgio Grandin, que expôs sobre a “A experiência da Sanasa na implantação de ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto)”; e o presidente do Semae(Serviço Municipal de Água e Esgoto) de Piracicaba, José Rubens Françoso, e o servidor do setor de Controle de Perdas, Sandro Fernando Camossi, que fizeram uma apresentação sobre os projetos e ações do Semae nesta área.

Na parte da tarde, a assessora de Gestão da Sustentabilidade da Sanasa Campinas, Adriana Lagrotta Leles, falou sobre o "Movimento pela Redução de Perdas de Água na Distribuição: Menos Perdas, Mais Água”, da Rede Brasil do Pacto Global da ONU; o doutor Carlo Pereira, secretário-executivo do Pacto Global das Nações Unidas, também apresentou o projeto. Ambos abordaram a mobilização empresarial para o desenvolvimento sustentável. A última palestra foi sobre "Drenagem Sustentável e os Impactos no Sistema Hídrico", com o engenheiro Willian Dantas Vichete, mestrando em Engenharia Hidráulica e Ambiental pela Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo).