Revista digital divulga ações e experiência dos Comitês PCJ e Agência das Bacias PCJ na gestão da água

Tamanho da letra:

Em comemoração 8º Fórum Mundial da Água, - que começa neste domingo(18.03.2018), em Brasília e vai até sexta-feira(23/03/2018)-, foi lançada nesta semana a revista digital Somos PCJ. A publicação, disponível somente na internet, conta um pouco do trabalho que vem sendo desenvolvido pelos Comitês PCJ e pela Agência das Bacias PCJ para recuperar a qualidade das águas na região.

Além de conhecer melhor as ações e projetos dos Comitês PCJ e Agência das Bacias PCJ, os leitores terão acesso a um conteúdo interativo com vídeos e outros materiais produzidos pelas duas entidades, que são referências nacional e internacional quando o assunto é gestão dos recursos hídricos.

A revista está disponível em duas versões.

Em português: http://www.agencia.baciaspcj.org.br/somospcj/revistap.html   

E em inglês: http://www.agencia.baciaspcj.org.br/somospcj/revistae.html

 

ESPAÇO SÃO PAULO

Durante o Fórum Mundial da Água, o Governo do Estado de São Paulo e os Comitês de Bacias Hidrográficas de São Paulo participarão do Espaço São Paulo, um estande com programação de palestras, debates e atrações como produtos de interatividade, além de lounge para reuniões.

O estande do Espaço São Paulo ficará na área da Feira do fórum, no Estádio Nacional Mané Garrincha, local aberto ao público. O estande foi montado pelo Sistema Integrado de Gerenciamento de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo (SIGRH), em parceria com a Agência das Bacias PCJ e Comitês PCJ e com o patrocínio ouro da SANASA Campinas.

Mais informações também podem ser obtidas no HotSite do Espaço São Paulo e no HotSite Somos PCJ:

http://espacosaopaulo.com.br/

http://www.agencia.baciaspcj.org.br/somospcj/

Os dois canais serão atualizados diariamente com textos e informações sobre o Fórum e também sobre os 21 Comitês Paulistas, entre eles os Comitês PCJ, e sua secretaria executiva, a Agência das Bacias PCJ.

TEMAS E PROGRAMAÇÃO

Um dos principais temas a serem discutidos no Espaço São Paulo, será sobre as estratégias para se evitar um colapso no abastecimento de água diante da escassez hídrica provocada por uma anormalidade climática.

No espaço, serão recepcionadas autoridades e especialistas na gestão de recursos hídricos, como o governador Geraldo Alckmin; o presidente do Conselho Mundial da Água e o secretário Estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, além de secretários estaduais; dirigentes de órgãos e membros do Conselho Estadual de Recursos Hídricos e dos comitês de Bacias Hidrográficas de São Paulo e ainda acadêmicos e representantes da gestão pública do abastecimento, indústria e agricultura.

Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador estadual de Recursos Hídricos, Rui Brasil, avalia que o fórum dará a chance de São Paulo mostrar a experiência acumulada em quase 30 anos na gestão de recursos hídricos e de trocar experiências com outros estados e países.

“Queremos mostrar o que fizemos nesse tempo, como instalamos nossos comitês de bacias [hídricas], como é que a gente trabalha e o que temos conseguido melhorar na situação dos recursos hídricos, no sistema de tratamento de esgotos, redução da poluição,[enfim] temos um trabalho longo e acreditamos que discutir essa experiência também vai ser enriquecedor tanto para nós como para os outros”.

Rui Brasil observou que a exemplo de todo o país, o modelo de gestão adotado nessa área se espelhou no regime utilizado pela França, onde as ações são traçadas a partir de consenso nos comitês de bacias hidrográficas. E, embora a lei paulista que regulariza a atividade seja de 1991, o tema é discutido em conjunto com os agentes envolvidos desde 1987, segundo o coordenador.

O diretor-presidente da Agência das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), Sergio Razera, reforçou que o objetivo do Espaço São Paulo é "mostrar ao Brasil e ao mundo os projetos, as ações e os resultados da gestão de recursos hídricos que os Comitês e os demais órgãos paulistas vêm produzindo, além de possibilitar a troca de experiências com organismos internacionais”.

A programação do Espaço São Paulo está disponível neste link: http://espacosaopaulo.com.br/Programacao