Reúso de efluentes pela indústria é tema de seminário dos Comitês PCJ

Tamanho da letra:

Evento ‘Perspectivas para Reúso de Efluentes voltados à Indústria nas Bacias PCJ’ acontecerá na próxima sexta-feira, dia 15 de junho, no Centro de Conhecimento da Água da Sanasa, em Campinas, a partir das 9h

 ‘Perspectivas para Reúso de Efluentes voltados à Indústria nas Bacias PCJ’ é o tema do seminário que acontecerá na sexta-feira, dia 15 de junho, no Centro de Conhecimento da Água da Sanasa, em Campinas. O evento é gratuito e promovido pela Agência das Bacias PCJ e Comitês PCJ, por meio da CT-Indústria (Câmara Técnica de Uso da Água na Indústria), e pelo Banco Mundial/IFC 2030 Water Resources Group. A inscrição pode ser feita pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. .

A escolha do tema, segundo uma das organizadoras do seminário, Stela Goldenstein, representante do 2030 Water Resources Group em São Paulo, deve-se ao fato de a região das Bacias PCJ (rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) concentrar cidades de grande e de médio porte, assim como atividades industriais e agrícolas da maior relevância. Ao mesmo tempo, a região sofre insegurança permanente quanto à disponibilidade de água para abastecimento da população, de cerca de 6 milhões de habitantes, e das empresas. Há um vasto conjunto de ações e de investimentos que são necessários para se alcançar segurança hídrica, e envolvem toda a sociedade.

Com pouca água disponível, é sempre necessário priorizar o abastecimento público. Uma das medidas necessárias para a redução da atual competição pela água é orientar investimentos para que alguns usos industriais possam ser satisfeitos com os efluentes das Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs).

“É preciso discutir qual o alcance que estes investimentos podem ter, qual o seu custo e o quanto podem, de fato, vir a favorecer a disponibilidade de água para potabilização. Faremos este seminário para discutir as perspectivas de reúso industrial de efluentes tratados de esgotos domésticos nas Bacias PCJ, numa iniciativa que articula os setores públicos e privados, os Comitês PCJ a Agência das Bacias PCJ, assim como o 2030 Water Resources Group, entidade vinculada ao Banco Mundial”, ressalta Stela.

Segundo o coordenador regional de Meio Ambiente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e um dos palestrantes, Alexandre Vilela, na visão do setor produtivo a segurança hídrica é composta por fatores como disponibilidade hídrica em quantidade e qualidade, porém, também é preciso ter segurança decisória, procedimental, regulatória e institucional.

“Neste contexto, o reúso de água emerge como uma importante alternativa e, portanto, criar as condições institucionais para que essa prática ganhe escala se torna essencial. Diversas iniciativas têm surgido na realidade nacional e é clara a necessidade de coordenação dessas iniciativas e de criação de quadros de referência comuns que permitam segurança jurídica aos investimentos e contratos que envolvam as questões ligadas à água de reúso. As Bacias PCJ produzem cerca de 6% do PIB Nacional, portanto, o evento poderá buscar por soluções para as barreiras existentes, assim como, o intercâmbio de experiências voltadas a replicação nas Bacias PCJ”, destaca Vilela.

O diretor técnico da Sanasa Campinas, Marco Antonio dos Santos, que também fará uma apresentação no seminário, comenta sobre a importância do reúso da água frente à baixa disponibilidade hídrica das Bacia do PCJ associada à sua dependência do Sistema Cantareira, que compartilha grande parte do seu volume com a Região Metropolitana de São Paulo. “Para enfrentarmos tal situação, a Sanasa, como a maior empresa de saneamento da região, adotou como estratégia a construção e adequação das estações de tratamento de esgoto para possibilitar o tratamento a nível terciário que consequentemente se transformarão em verdadeiras fontes de produção de água de reúso; com a qualidade adequada para múltiplos usos. Desta forma a Região Metropolitana de Campinas passa a dispor de um incremento a disponibilidade hídrica. Associados à água de reúso, existem os programas de redução de perdas da empresa, que estão gerando uma economia significativa nos usos deste precioso insumo”, informa Santos.

 

SERVIÇO

Seminário Perspectivas para Reúso de Efluentes voltados à Indústria nas Bacias PCJ

Data: 15 de junho de 2018

Local: Centro de Conhecimento da Água da Sanasa

Endereço: Rua Visconde Congonhas de Campo, 567, Parque San Martinho - Campinas/SP

PROGRAMAÇÃO

MANHÃ

9h00 às 12h00 Panorama do Reuso de Efluentes de ETEs Públicas em Indústrias nas Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí

Os estudos do Ministério das Cidades para um Plano Nacional de Reúso - Héléne Kubler (Gerente de Projetos Senior da CH2M no Brasil)

A visão da CETESB - Eduardo Mazzolenis de Oliveira e Lucio Flavio Furtado Lima

A visão do setor industrial - Alexandre Vilella - Coordenador Regional de Meio Ambiente - Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo)

A visão dos municípios - Marco Antonio dos Santos - Diretor Técnico da Sanasa Campinas

TARDE

14h00 às 17h00 Desafios e Oportunidades para o Reuso Industrial de Efluentes Sanitários

Síntese dos obstáculos atuais à ampliação do reuso de efluentes voltados ao setor industrial

Discussão em grupos:

• Desafios e Oportunidades Técnicas;

• Desafios e Oportunidades Regulatórias;

• Desafios e Oportunidades no Financiamento/Modelos de negócios;

• Apresentação das conclusões pelos Grupos.

Encerramento

Inscrições: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Informações para a imprensa: Assessoria de Comunicação da Agência das Bacias PCJ

E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Telefone: (19) 3437-2102