Itapeva (MG) sedia as comemorações dos 10 anos do CBH-PJ1

Tamanho da letra:

Itapeva (MG) sedia, no sábado (1/12), a programação pelos 10 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1). As atividades serão realizadas das 9h30 às 14h30, no Vale Suíço Resort, localizado na Rodovia Fernão Dias, km 931, s/n - Bairro Monjolinho.

Após a abertura oficial, um representante do Instituto Mineiro de Águas (IGAM) falará sobre os “Comitês de Bacias e a Função dos Conselheiros”, entre 10h30 e 11h, abrindo a série de palestras.

Na sequência, está o seminário “O Histórico dos Comitês PCJ e retrospectiva do CBH-PJ1", das 11h às 11h30. Ministrado por Sergio Razera, diretor-presidente da Agência das Bacias PCJ, o tema resgatará os trabalhos já realizados nestes últimos 10 anos do CBH-PJ1 e anunciará os planos de atividades da nova diretoria.

O dia festivo segue com José Maria do Couto, presidente do CBH-PJ1 e 1º vice-presidente do PCJ FEDERAL, que abordará o Plano de Trabalho da Diretoria do CBH-PJ1, das 11h30 às 12h. De acordo com Couto, “é um trabalho árduo, visando o sucesso das bacias”. O evento finaliza com a abertura da palavra aos convidados e almoço.

Considerado a porção mineira dos Comitês PCJ (rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí), o CBH-PJ1 abrange cinco municípios de Minas Gerais situados no território das Bacias PCJ: Camanducaia, Extrema, Itapeva, Sapucaí-Mirim e Toledo.

De acordo com a Agência PCJ, apesar da parcela mineira representar apenas 7,4% (1.165 km²) do território total das Bacias PCJ, a área é de grande importância para a região. É nela que estão situadas as nascentes dos Rios Jaguari e Atibaia, que formam o Rio Piracicaba, assim como as nascentes do Rio Camanducaia.

Em seus 10 anos de existência, um dos projetos que é apoiado pelo CBH-PJ e tem ganhado destaque, com a conquista de prêmios nacionais e internacionais, é o projeto Conservador das Águas, desenvolvido pela Prefeitura de Extrema. O projeto tem um modelo pioneiro de PSA (Pagamentos por Serviços Ambientais) e agora, com o apoio dos Comitês PCJ, está sendo levado para outras 284 cidades da região por meio do Programa Conservador da Mantiqueira.

O atual presidente do comitê mineiro é José Maria do Couto, gerente do Sindicato de Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Cambuí, Camanducaia, Extrema e Itapeva (Sinmec). Na vice-presidência está a prefeita de Itapeva (MG), Claudia Viveani de Moraes Andrade. O secretário-executivo é Sidney José da Rosa, da Associação de Agricultura Orgânica e Biodinâmica Serras de Santana (Bioss), e a secretária-executiva adjunta é Rosângela Makssur Krepp, da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).

EVENTOS

Iniciada em Piracicaba, no sábado (24), a programação também celebra os 25 anos de instalação do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ) e os 15 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ FEDERAL). No total, além de Itapeva – próxima de Camanducaia, os eventos ainda ocorrerão em Jundiaí (6/12) e Analândia (8/12), cidades no interior de SP. Nos sites oficiais dos Comitês PCJ é possível acessar todas as informações.

SOBRE

Os três colegiados que formam os Comitês PCJ – Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ), Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ FEDERAL) e o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1) — são as instâncias máximas para a tomada de decisões sobre a gestão de recursos hídricos nas Bacias PCJ, com diretorias integradas.

O objetivo desses colegiados é promover debates e estabelecer metas e ações para o gerenciamento dos recursos hídricos compreendidos em sua área de abrangência, um total de aproximadamente 15,3 mil km², sendo 92,45% no Estado de São Paulo e 7,55% no Estado de Minas Gerais, onde estão situadas as nascentes dos Rios Jaguari e Atibaia, que formam o Rio Piracicaba, assim como as nascentes do Rio Camanducaia.

A região das Bacias PCJ é formada por cerca de 5,7 milhões de habitantes e responde por cerca de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e 14% do PIB de São Paulo. Engloba um expressivo parque industrial e uma agricultura diversificada, com cana-de-açúcar, pastagens e culturas irrigadas como flores e morangos.

Os Comitês PCJ abrangem 76 municípios (71 paulistas e cinco mineiros) e são compostos por representantes dos Governos Federal, dos Estados de São Paulo e de Minas Gerais, dos municípios, usuários dos recursos hídricos e da sociedade civil. Sua gestão é descentralizada e participativa, e busca a convergência das decisões desses colegiados como forma de garantir o desenvolvimento e a continuidade da gestão dos recursos hídricos nas Bacias PCJ.

Serviço:

Eventos em quatro cidades celebram os 25 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ), 15 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ FEDERAL) e os 10 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1). Programação completa e outras informações no site dos Comitês PCJ: https://goo.gl/pG5hfN

FOTO: Reunião Plenária dos Comitês PCJ realizada em Extrema(MG)