Agência das Bacias PCJ apresenta Case de Sucesso no Diálogo Interbacias

Tamanho da letra:

Evento acontece em São Pedro, até sexta-feira, 16 de agosto, e está na 17ª edição

Muito além da gestão dos recursos arrecadados com a cobrança pelo uso da água. A Agência das Bacias PCJ busca alternativas que também a definam como uma entidade sustentável ao crescimento humano e ambiental. E as ações implantadas pela Fundação, por meio da A3P (Agenda Ambiental na Administração Pública), foram apresentadas como Case de Sucesso durante Diálogo Interbacias de Educação Ambiental em Recursos Hídricos.

A iniciativa, que está na 17ª edição, acontece em São Pedro (SP) até sexta-feira (16 de agosto). Na manhã desta quinta-feira (15 de agosto), Sheron Silva, da coordenação financeira da Agência PCJ, falou sobre as ações de sustentabilidade coorporativa que fazem parte da rotina da entidade, durante o painel “Os objetivos de desenvolvimento sustentável e a gestão dos recursos hídricos”.

A discussão, que foi comandado pela coordenadora de gestão da Agência, Kátia Gotardi, contou ainda com a participação do assessor da Diretoria Metropolitana da Sabesp, Hélio Rubens Figueiredo, do gerente de Desenvolvimento Sustentável da Special Dog, João Paulo Figueira, e da geógrafa da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Marina Alegre de Freitas.

Antes de responderem as perguntas dos participantes, todos os membros apresentaram atividades implantadas em empresa e órgãos públicos direcionadas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – que inclui prioridades e aspirações globais para 2030. Os ODS nasceram como uma oportunidade para eliminar a pobreza extrema e colocar o mundo em uma trajetória sustentável, frente aos desafios econômicos, sociais e ambientais enfrentados pelo planeta.

“Uma empresa sustentável cria ações de estratégia em diferentes áreas. As ideias de sustentabilidade estão na economia, na redução de custo, no social, na exploração de novos modelos. E isso é o que tem sido feito pela Agência das Bacias PCJ”, afirma Kátia Gotardi. “Aos poucos, novas ideias e ações têm sido inseridas no cotidiano dos colaboradores. Claro que existe resistência, mas acredito que com bom trabalho, a adesão pode ser positiva”, acrescenta.


COMITÊS PCJ VÃO COORDENAR FÓRUM PAULISTA

Durante o XVII Diálogo Interbacias, houve também a 1ª Reunião do Fórum Paulista de Comitês de Bacias Hidrográficas, na qual o presidente dos Comitês PCJ e prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, foi eleito coordenador geral do colegiado. A escolha do plenário foi por aclamação na quarta-feira (14/08/2019), após indicação feita pelo então coordenador geral e prefeito de Marília, Daniel Alonso.

O vice-presidente dos Comitês PCJ, Marco Antônio dos Santos, foi eleito como coordenador-adjunto, assim como o secretário-executivo dos Comitês PCJ, Luiz Roberto Moretti, e o secretário-executivo adjunto, André Navarro, vão assumir estas mesmas funções no Fórum.

O Fórum Paulista de Comitês é a Instância Colegiada formada pelo conjunto dos Comitês de Bacias Hidrográficas legalmente instituídos no âmbito do Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos, existentes no território do Estado de São Paulo.

A entidade tem como objetivos discutir, formular e articular políticas públicas de recursos hídricos a nível estadual e federal, visando o fortalecimento dos comitês; promover os desenvolvimentos de debates sobre políticas públicas nacional e estadual para a gestão das águas e fomentar a troca de experiências entre os comitês.